7 September 2015

I MISS THE SEA


I miss the sea ... its foggy mornings, the salted iodine scent in the fresh air bringing childhood memories; the rhythmic crashing of waves against the rocks advancing and retreating, advancing and retreating ... the curves of the land meeting the water just like they did back then in the long Summer afternoons of teenage years
● 
Saudades do mar ... as suas manhãs de nevoeiro, o perfume fresco e salgado de iodo no ar a trazer memórias de infância; o ritmo das ondas a rebentar contra as rochas, a curva da terra ao encontro da àgua tal como já fazia nas longas tardes de Verão dos tempos idos da adolescência

3 comments :

lisa geiger said...

the sea has such a presence... she creates moods and light, casting spells with the chemistry of her mists and shimmers. i am enchanted.

SilverTree said...

Acho que reconheceria a primeira imagem em qualquer lado, em qualquer contexto. Não é a praia da minha infância ou adolescência, sequer, mas é a praia do meu coração. E que saudades, também!...

paula said...

It has indeed Lisa! It is soothing and terrifying at the same time. Thank you!

Inês . Baleal foi a praia da minha adolescência, das tardes passadas a jogar às cartas, dos jogos nas grutas da praia do norte, do ir até à ilha (ainda nem havia caminho nem quase casas) ao único café comer gelados e ficar atento à subida da maré senão teriamos que ficar do lado de lá, a praia dos primeiros amores.
A praia da infância foi outra muito mais a sul mas houve uma destas praias junto ao Baleal que tinha esse perfume tão remoto. :)